Vou fazer uma viagem internacional, o que eu preciso saber?

Inicialmente, providencie seu passaporte com pelo menos um mês de antecedência, depois providencie o visto, caso seja necessário. Se já possui passaporte e visto verifique o prazo de validade de ambos. Alguns países exigem vacinas específicas, como a de Febre Amarela. Verifique essa e outras possíveis exigências junto ao consulado do país que você irá visitar.

Ao receber as passagens, confira os dados e serviços solicitados. Leve sempre uma cópia de seu passaporte. Leve sua carteira de motorista mesmo que não pretenda alugar carro, você pode precisar dela.

 Os documentos obrigatórios para embarque são:

Para maiores de 18 anos:

  • Passaporte brasileiro válido;
  • Visto válido, desde que tenha um prazo mínimo de 6 (seis) meses para sua expiração;
  • Nos países do Mercosul(Argentina, Uruguai, Paraguai, Bolívia, Chile, Peru, Equador, Colômbia e Venezuela), porém, também é aceita a Carteira de Identidade Civil (RG) em bom estado de conservação e que tenha sido emitida a no máximo 10 anos; e
  • Em caso de furto, roubo ou extravio deve ser retirado outro Passaporte. Se estiver em território estrangeiro, procure a embaixada do Brasil ou outra representação diplomática brasileira.

Crianças e Adolescentes de 0 a 17 anos:

  • Passaporte brasileiro válido;
  • Visto válido, desde que tenha um prazo mínimo de 6 (seis) meses para sua expiração; e
  • Demais exigências do Estatuto da Criança e do Adolescente e do Conselho Nacional de Justiça e determinações da Vara da Infância e Juventude do local de embarque. Importante consultar orientações da Polícia Federal – DPF.

Desacompanhadas de pais ou responsáveis:

  • Passaporte brasileiro válido; 
  • Visto válido, desde que tenha um prazo mínimo de 6 (seis) meses para sua expiração;
  • Demais exigências do Estatuto da Criança e do Adolescente e do Conselho Nacional de Justiça e determinações da Vara da Infância e Juventude do local de embarque. Importante consultar orientações da Polícia Federal – DPF; e
  • Autorização judicial, se for o caso (para maiores informações, consultar legislação do Conselho Nacional de Justiça).

 

Quanto a bagagem: Identifique sua mala (nome, endereço, telefone etc.). Observe a franquia de peso para sua bagagem e lembre-se que o preço referente a excesso de bagagem em vôos internacionais é, geralmente, mais alto que em vôos domésticos. Confira a voltagem do país e leve adaptadores de aparelhos elétricos. Informe-se, com antecedência, sobre bens e produtos restritos pelas companhias aéreas e pelas autoridades estrangeiras. Na mala de mão, leve sempre uma muda de roupa, um casaco e seus pertences de valor como eletrônicos e jóias.

 

Procedimentos no aeroporto: Confirme o vôo de ida ou volta pelo menos 24 horas antes. Chegue ao aeroporto no mínimo duas (2) horas antes do embarque. Para comprovar que você está viajando com bens estrangeiros adquiridos no país, como filmadoras ou computadores pessoais, é aconselhável levar as notas fiscais destes bens.

Nunca deixe sua bagagem desacompanhada ou com estranhos. Tampouco aceite pedidos para levar encomendas de estranhos. Caso leve encomenda de alguém, certifique-se do conteúdo da bagagem antes do embarque.

 

Dicas de Saúde: Faça um seguro saúde, ele será sua garantia em casos de emergência. Leve seus medicamentos, já que pode ser difícil comprar remédios sem receita médica no exterior. Medicamentos que exigem prescrição devem ser acompanhados de receita médica em inglês, para evitar problemas com autoridades alfandegárias de outros países.

 

Sobre os Hotéis: Geralmente o horário de entrada (check-in) costuma ser às 14h ou 16h e o de saída (check-out) às 12h. Guarde dinheiro e objetos de valor no cofre do hotel, sempre que possível. Antes de efetuar a reserva, faça uma detalhada pesquisa para confirmar se o hotel escolhido é um estabelecimento seguro e idôneo. Casos de roubos efetuados por funcionários dos hotéis ocorrem com relativa freqüência em determinados países. Costumo fazer minhas reservas no Hoteis.com, o site oferece a opção de parcelar em até 12 vezes e possui avaliações de outros hóspedes sobre os estabelecimentos cadastrados.

 

Se for alugar um carro: Verifique marca e modelo antes de reservar, considerando a quantidade de passageiros e quantidade de malas que o carro acomoda. Faça sempre um seguro, de preferência contrate junto com a reserva do carro. Normalmente eu faço minhas reservas no site Rentcars.com 

Nem todos os países aceitam a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) brasileira. Nesses casos, será necessário solicitar, antes de viajar, uma Permissão Internacional para Dirigir (PID). A PID poderá ser emitida em qualquer Departamento de Trânsito (DETRAN) do Brasil.

Respeite as leis de trânsito e os limites de velocidade no exterior. Estudar a legislação de trânsito do país que você irá visitar é essencial. Pois na grande maioria dos casos, as multas recebidas no exterior serão cobradas diretamente em seu cartão de crédito. Em alguns países, os valores serão expressivamente superiores àqueles cobrados no Brasil.

Tenha sempre em mente que acidentes de trânsito estão entre as principais causas de hospitalização e falecimento de viajantes. Dirija com cuidado e não faça ingestão de bebidas alcoólicas antes de dirigir, mesmo se isso não for proibido pela lei local.

 

Dicas de Segurança: Verifique a segurança do lugar que você quer conhecer.  Confira os horários locais para funcionamento do comércio, shoppings, restaurantes, etc. Qualquer problema ou dúvida, peça ajuda a um policial. Evite abordar desconhecidos. Guarde os recibos das compras e não se esqueça que, nem sempre, as taxas (impostos) locais constarão no valor da etiqueta. Quando sair, leve sempre o telefone e endereço do hotel. Mantenha suas malas fechadas e os itens de maior valor no cofre do hotel.

 

Caso precise de Assistência consular no exterior: Embaixadas e Consulados brasileiros podem ser acionados em caso de necessidade. Para saber os limites da assistência consular a ser prestada a cidadãos brasileiros, leia as informações do Portal Consular

Independentemente do destino escolhido (mesmo sendo um país com baixo índice de violência e relativa segurança), anote, sempre, as informações de contato da Embaixada ou Consulado mais próximo de você e mantenha essa informação em local de fácil acesso para você. 

Tenha sempre em mente que, no exterior, você estará submetido às leis locais. Ainda que essa legislação seja bem diferente daquela adotada no Brasil, as autoridades consulares brasileiras não poderão intervir em caso de punição ou prisão de cidadãos brasileiros que estejam violando a lei local. Caso venha a ser detido por alguma autoridade estrangeira, você tem o direito de pedir para telefonar para sua Embaixada ou Consulado. Faça uso desse direito.

 

Roteiro de Viagem: Planeje sua viagem com antecedência. Verifique as atrações que você irá visitar e se possível compre seus ingressos em sites brasileiros, dessa forma é possível parcelar a compra, além de evitar o pagamento de IOF. Elaborar um roteiro das atividades dia a dia também irá ajudar a otimizar o tempo e aproveitar melhor a viagem, mas lembre-se imprevistos acontecem e o roteiro de viagem pode sofrer alterações durante sua estadia. Se isso acontecer, reprograme o dia, relaxe e aproveite a viagem!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s